Seminario Foto Antiga

Nasceu em 12.09.1943, em Monte de Arcas, concelho de Valpaços, filho de agricultores.
Fez a instrução primária entre a aldeia de nascimento e a sede da freguesia – Tinhela – ao sabor da colocação dos professores.
Frequentou o Seminário de Vila Real, tendo completado o curso de Filosofia em 1961. Abandonou o Seminário em 1962 e leccionou as disciplinas de Português e Francês no Colégio de Nossa Senhora do Amparo, em Mirandela, durante um ano lectivo.

Em 1964 foi incorporado na Escola Prática de Infantaria em Mafra, onde completou o curso de oficiais milicianos. Serviu como alferes na Guiné, no período de 1965/67.

Em 1967 ingressou na Caixa Geral de Aposentações (anexa à Caixa Geral de Depósitos), tendo exercido, sucessivamente, funções administrativas, técnicas (desde 1976) e directivas (desde 1983). Liderou o processo de reorganização e informatização dos serviços da CGA.

Em 1980 matriculou-se em Direito na Universidade de Lisboa e completou o curso em 1985 com a classificação de Bom.
Em 1987 fez pós-graduação em Direito Comunitário na Universidade Católica e no ano seguinte pós-graduação em Técnicas de Gestão Empresarial no ISCTE-INDEG.

Em 1993, a convite da Administração da Caixa, integrou a Direcção de Suporte Operacional do banco, tendo-se reformado, como director, em Dezembro de 2004.
Durante a vida profissional participou em inúmeros projectos de âmbito nacional e internacional ligados à área bancária. Já depois de reformado, participou, a convite da Administração da Caixa, num projecto de cooperação bancária entre Portugal e a Argélia.

Paralelamente ao exercício profissional, foi redactor do quadro de um jornal diário onde, para além do serviço de agenda, fez recensão de livros, reportagens e manteve, durante algum tempo, uma página semanal de contos com carácter regionalista. Tem colaboração esparsa em alguns jornais e revistas.
Venceu, em 1966, o primeiro prémio nos Jogos Florais das Forças Armadas da Guiné, na modalidade de conto.

É membro do Grupo Cultural Aqua Flaviae e do Fórum Galaico Transmontano.
Participou em vários colóquios de âmbito cultural e fez, no Congresso de Medicina Popular de Vilar de Perdizes, uma comunicação sobre Medicina caseira na região de Valpaços. Elaborou para a revista Fórum um pequeno estudo sobre Episódios desconhecidos da guerra civil de Espanha, centrado na ajuda que as gentes do lado de cá da fronteira prestaram aos foragidos espanhóis, durante e pós guerra civil.

Em 2011 publicou, através da Editora Cidade Berço, um trabalho etnográfico intitulado QUEM ME DERA NAQUELES MONTES...
Trata-se de uma obra centrada no ano agrícola e as tarefas que o preenchiam, temporalmente localizada nos meados do século XX e geograficamente focada numa aldeia de montanha do concelho de Valpaços. A propósito dos trabalhos da lavoura, faz o percurso das tradições laicas e religiosas, dos usos, dos saberes e dos sabores populares, das pessoas mais típicas ou carismáticas, dos trabalhos e equipamentos comunitários, do cancioneiro, do romanceiro das cantigas das segadas, etc..