Seminario Foto Antiga


Dr Joaquim Barros Ferreira
Nasceu no lugar e freguesia de Constantim do concelho de Vila Real, em 1940, onde fez a instrução Primária
Em Outubro de 1951 ingressou no Seminário de Vila Real onde fez os estudos de Humanidades e o curso de Filosofia
Após a sua saída do seminário prosseguiu no Colégio da Boavista, e completou o sétimo anono Liceu Camilo Castelo Branco de Vila Real.
Como alferes miliciano serviu as Forças Armadas no ZIN, Angola.
Pelo seu comportamento em combate foi lhe atribuída uma medalha de cruz de guerra de 2.a classe, em 1964.
É licenciado em História pela Faculdade de Letras do Porto (1968).
Fez estágio e Exame de Estado no Liceu Salvador Correia, Luanda, em 1970/1971, regressando ao Liceu Camilo Castelo Branco, onde permaneceu.
Como docente, a sua actividade diversificou-se pela Filosofia, Psicologia, Antropologia, Ciências Sociais, Artes e História. Colaborou em jornais e revistas do burgo citadino, chegando também a orientar o jornal do Liceu.
Fez parte da Antologia de Poesia Moderna e Contemporânea da Poesia de Trás-os-Montes e Alto Douro, col. Setentrião, 1996.
TÍTULOS PUBLICADOS:
Vilegiatura do Dia, 1961 (poesia);
Algas e Deuses, 1965 (poesia);
A emigração eni Vila Real. Separata da Revista Tellus, 1994;
Notas sobre o Azulejo no Distrito de Vila Real, sep. da Revista Tellus. 1994;
Abordagem Antropológica sobre os moinhos e a alimentação, sep. da revista Tellus, 1995;
Os preços do vinho e do centeio em Vila Real no século XIX (1847 1900); Boletim Cultura da Escola Sec. Camilo Castelo Branco, 1994;
Monografia da Igreja de Santa Maria da Feira de Constantim, 1996;
Coração da Terra, 1997 (poesia).
Caminhos do pão e do vinho ent Trás-os-Montes nos séculos XVIII e XIX;
Dois arcebispos bracarenses, o fidalgo de linhagens e o apóstolo; O ser da terra e da língua.