Seminario Foto Antiga

Nasceu a 12 de Novembro de 1931 em Parada de Monteiros, concelho de Vila Pouca de Aguiar, mas foi em em Senra de Cima, freguesia do Salvador, Ribeira de Pena que passou a sua infância
Após a instrução primária, ingressou em Outubro de 1945 no Seminário de Vila Real, que abandonou mais tarde, prosseguindo os seus estudos no Colégio da Boavista, em Vila Real, onde veio a concluir o Curso Geral do Liceu .
Iniciou a sua vida profissional nos CTT, tendo exercido funções de Chefe de Estação em Cerva e Ribeira de Pena.
Neto e sobrinho de políticos influentes, despertou para a vida política em 1971, altura em que foi eleito Vereador à Câmara Municipal de Ribeira de Pena, funções que desempenhou até 1973.
Em Fevereiro de 1973 assumiu as funções de Vice Presidente da Câmara Municipal,
funções que desempenhou até ao dia 25 de Abril de 1974.
Afastou se da vida política no período subsequente ao 25 de Abril, até à marcação oficial das primeiras eleições autárquicas a que concorreu tendo sido eleito Presidente , cargo que exerceu ao longo de sucessivos mandatos, sendo nos últimos dois mandatos Presidente da Assembleia Municipal
A sua actividade em prole da região em todos os campos é por demias evidenciada e reconhecida .
Foi presidente do Grupo Desportivo de Ribeira de Pena equipa que levou a disputar a 3.a Divisão Nacional:
Foi fundador e Vice Presidente da Rádio Larouco;
No associativismo foi
Gerente da Associação Agrícola do Vale de Senra;
Presidente do Agrupamento de Municípios do Alto Tâmega;
Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Ribeira de Pena;
Presidente da Direcção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ribeira de Pena;
Presidente da Direcção da Cooperativa Agrícola de Ribeira de Pena
Presidente da Assembleia Geral do Grupo Desportivo de Ribeira de Pena.
Presidente do Conselho geral do Hospital de Vila Real;
Presidente do Conselho Fiscal da NERVIR Núcleo Empresarial de Vila Real;
Vice Presidente da Direcção da PROBASTO Associação de Desenvolvimento Rural de Basto;
Presidente do Conselho de Administração dos Empreendimentos Hidroeléctricos do Alto Tâmega e Barroso.
. Preocupado com a necessidade de garantir para a sua autarquia uma autonomia financeira, João José Alves Pereira lançou em 1989 o Empreendimento Hidroeléctrico do Rio Alvadia, em Ribeira de Pena, para o qual garantiu financiamentos avultados. Tratando se de um empreendimento de grande vulto económico e com fortes solicitações privadas, João Pereira conduziu um processo que levou à constituição de uma empresa regional, participada pelos concelhos do Alto Tâmega, mantendo no domínio público os riscos mas, consequentemente, todas as vantagens do empreendimento. O processo da constituição da Empresa Hidroeléctrica do Alto Tâmega e Barroso foi pioneiro neste país e significativamente elogiado no acto inaugural do Empreendimento de Alvadia em 1993, pelo Primeiro Ministro.