Seminario Foto Antiga


Nasceu em Águas Santas, freguesia de S. Tomé do Castelo, concelho de Vila Real, em 1.2.1934.
Ingressou no Seminário de Vila Real em 1944 e concluiu o curso Teológico em 1956.
Logo nesse ano foi prefeito e professor de Latim, Matemática e Educação Física, no Seminário Diocesano de Figueira da Foz (até 1958). Foi ordenado em 1958 e desde esse ano até 1967 foi pároco de Vale de Nogueiras (Panóias).
Em 1962, com a abertura do Externato Liceal Fernão de Magalhães, em Sabrosa, foi nomeado Prof. de Matemática, Físico Químicas e Educação Musical.
Em 1967 foi nomeado pároco de Vilarinho de S. Romão.
Dois anos depois (1969) foi transferido para a Paróquia de Provesende e S. Cristóvão do Douro (que lhe era anexa).
Em 1972 foi nomeado Professor Oficial de Educação Musical e de Português.
Em 1973 frequentou a Universidade Católica de Braga.
No ano seguinte pede a transferência para a Faculdade de Filosofia do Porto, obtendo o bacharelato, em 1976.
Em 1977 fez estágio para o Magistério do 1.° grupo, na Escola Preparatória Diogo Cão, de Vila Real.
Em 1978 termina o estágio e passa a prof. efectivo do 1.° grupo na Escola de Tabuaço.
Em 1979 transita para a Escola Preparatória Ferrão de Magalhães, em Sabrosa.
Nesse mesmo ano conclui a licenciatura em Filosofia (9.7.79).
Em 1984 é nomeado pároco da Freguesia de Andrães, em Vila Real e passa a Prof. efectivo do 1.° Grupo da Escola Mon. Jerónimo Amaral, ensinando Português.
Em 1985 funda e coordena o jornal escolar: A Garotada, da responsabilidade organizativa do Clube Etnográfico.
Em 1995 aposentou se do ensino e foi nomeado pároco de Abaças (anexa a Andrães).
Em 1997 passa a leccionar Português no Seminário de Vila Real.
No mesmo ano foi elevado à dignidade de Monsenhor.
É autor das seguintes obras:
Cancioneiro Transmontano 1 Cantigas da Roda Ed. C.M. Vila Real 1 Tem preparados: II Cancioneiro Agrícola e III Miscelânea), 1989;
Contos tradicionais transmontanos, 1993;
Cantares do Marão, 1994;
Rudes Penedias (recolha de tradições, costumes e expressões idiomáticas regionais que vem fazendo desde 1991 e que está a ser publicada pela Telhes. serviços Municipais de Cultura).
Tem várias obras inéditas, mas já tituladas:
Justiça dos Homens
O Emigrante;
Mais um copo;
Onde há galo e canta a Galinha;
um médico distraído;
A Mourinha de Provesende;
Quadros Infantis;
O Tanha;
. Tem colaboração assídua na imprensa regional e fez inúmeras palestras, debates, colóquios, sobre cultura popular transmontana.
No campo social lidera o Centro Social e Paroquial de Andrães que presta apoio social a idosos, nomeadamente apoio domiciliário,