Seminario Foto Antiga


Monsenhor Ângelo do Carmo Minhava, nasceu no lugar da Misericórdia, freguesia de Ermelo, é um dos mais notáveis mondinenses e um dilecto filho adoptivo de Vila Real desde 1931
Ordenado sacerdote, a 19 de Dezembro de 1942, com 23 anos de idade, o Padre Minhava, já nascido com dotes artísticos e culturais e que mais tarde se revelaram fora do comum, foi convidado, pelo saudoso bispo D. António Valente da Fonseca, para leccionar no Seminário: Latim, Literatura, Francês e Música.
Mais tarde leccionou no Liceu Camilo Castelo Branco, Escola Comercial e Industrial, Escola do Magistério e Instituto Politécnico.
Na condição de autodidacta, estudou as Línguas Alemã e Russa, tendo chegado a traduzir algumas obras.
Poliglota de renome, os seus artigos de Critica Literária e Musical, linguística e Filologia em revistas e jornais, são numerosos.
Como musicólogo, dirigiu o Orfeão do Seminário, do Liceu Camilo Castelo Branco, da Escola Comercial e Industrial e do Instituto Politécnico, hoje UTAD.
Musicou letras de muitos poetas e poetisas de todo o País, incluindo Madeira e Açores.
Como escritor, merece realce:
Escreveu em todas as áreas literárias destacando-se
Na poesia, ", poema herói-cómico-lírico, a " Cabrilada
No teatro: " A Bengala Milagreira" , "A Feira dos Pucarinhos" e "Recitativos" (alguns em francês e e em castelhano);
Na Linguística: " Venha comigo à Lua" e "Aleo Aleo - quem adivinha?" ;
Na Cultura Religiosa e Histórica, destaque para "Veja se Sabe" ( Diálogos com um estudante, sobre Cristianismo e Materialismo)
Autor de muitas Música de várias Marchas, realço: a de Vila Real, a de Mondim de Basto, Arrabães, Sabrosa, Mesão Frio, Cerva e Santa Marta de Penaguião.
É um prazer cumprimentá-lo, na sua modéstia exagerada e simplicidade natural que fazem dele um HOMEM do tamanho do mundo !!!