Seminario Foto Antiga

Quem está em linha

Temos 6 visitantes em linha

Jornadas culturais UASP, 2016
Mais um ano em que a Uasp se reuniu. Este ano nas TERRAS DO DEMO, com programa e coordenação do Avantino Beleza.
Programa cheio de paisagem, cultura e amizade.
Desde monumentos, SRª da Lapa, S. João de Tarouca, Salsedas, Igreja Matriz de V. Nova de Paiva e ponte do Ucanha, não esquecendo o castelo do "Adriano" e teriamos que fazer uma pausa ,para referir a Fundação Aquilino Ribeiro.
Respira-se amizade por aquelas terras: C.M. SERNACELHE, C.M. MOIMENTA, Colégio SRª da Lapa e Cooperativa Terras do Demo.
O Avantino sente-se que é o autêntico maestro desta sinfonia que durou 2 dias.
Aperitivos , (pasteis de Nata com maçã, na Fundação A. Ribeiro, lanche na Biblioteca da C.M:Sernacelhe, Almoço no Colégio da Srª da Lapa e restaurante da Ponte de Ucanha e jantar no Malhadinhas m Vila N Paiva com animação por um grupo de concertinas local, não deixando o "NUNES" de nos delieitar com música de Cabo Verde( onde saliento a canção dedicada aos netos"TUTU.....BÉBÉ."?"
Já enviei em mails separados alguns albuns de fotografias, que segundo o meu pensar, permitem que não esquecemos tanto ,tão cedo.
Amigos vamos continuar, vamos inscrevermo-nos mais , ainda somos muitos.
Da minha parte agradeço de coração aberto o que esta associação me tem proporcionado
Até para o ano 2017
António Vale
AAASVR- Vilqa Real

DSCF5391 MONTALEGRE, 9 DE JUNHO

MONTALEGRE, DIA 9, DIA DO MUNICÍPIO, SALÃO NOBRE DA CÂMARA MUNICIPAL

Apresentação de RIPADAS DO PADRE DOMINGOS BARROSO.
Autor: Dias Vieira

Apresentador: Manuel Barroso Magalhães

esta obra é uma compilação, com os respectivos comentários do autor, dos artigos em prosa e em poesia do padre Domingos Barroso, publicados em A Voz de Trás-os-Montes, nos finais da década dos anos 40 e dos inícios dos anos 50.os destinatários das suas ripadas, foram os autores que escreveram sobre Barroso e o fizeram depreciativamente, as autoridades, nomeadamente as venatórias e municipais e nem os políticos nacionais escapavam à sua sibilina caneta.

ORFEÃO UCR! NA SÉ DE VILA REAL

Convívio dos ex-seminaristas alt

Foi com grande brilhantismo que se realizou, no sábado passado, mais um convívio anual dos ex-seminaristas desta diocese. Cronologicamente marcado todos os anos para o terceiro sábado de Maio, teve, desta vez, a participação graciosa do orfeão da Associação Social e Cultural e Humanitária de Canelas, Vila Nova de Gaia, por iniciativa de um dos seus elementos - Manuel da Rocha Mesquita, ex-seminarista de Vila Real.
Após a recepção dos companheiros no Seminário, realizou-se a eucaristia na Sé. Presidiu à celebração o padre Manuel Coutinho, coadjuvado pelos sacerdotes Amílcar e João Baptista Domingues. Os cânticos estiveram a cargo de Orfeão UCR!, sendo pianista João Santos.
Seguiu-se o almoço de convívio nas instalações do Seminários. Depois este magnífico orfeão, dirigido pelo maestro Guilherme Santos, que actuou pela primeira vez em Vila Real, deu um concerto para todos os participantes neste encontro. Foram cantados vários temas, uns religiosos, outros profanos. Foram exemplos - Hino à música (Ramiro Lopes); Lord I Want (Espiritual Negro); Avé Maria (Gounod); Hino à Família (Guilherme Santos); Avé Maria (Festiva); Coro dos Escravos (Verdi).
A Associação dos Antigos Alunos do Seminário de Vila Real agradeceu a sua presença e fez-lhe algumas ofertas, para memória da sua participação neste encontro.
Seguiu-se a assembleia geral da Associação, durante a qual os ex-seminaristas homenagearam o padre João Baptista Domingues, professor de várias disciplinas de muitos dos presentes. Pertenceu ao sr. D. Amândio, bispo de Vila Real fazer o elogio público do homenageado, completado com testemunhos de ex-alunos.
Para lembrar o encontro foi publicado e distribuído o boletim anual In Itinere nº 5.
RA

Olá Dinis Vale; tenho no meu PC as fotos que vocês enviaram,muito obrigado. Já fui a um fotógrafo para eu ficar com algumas em papel,enviarei algumas para amigos e para um ou dois jornais de paróquia, o caso do "A voz do Heitorzinho" em Loureiro. Vocês, fundamentalmente a tua pessoa, apostaram no nosso grupo sem nos conhecerem. Vocês ganharam a aposta, eu ganhei muito ao não desiludirmos. Eu senti-me feliz.Nós viemos daí satisfeitos.Toda a gente do Orfeão gostámos de vocês. A nossa ida a Vila Real a 21 de maio de 2016 ficará no coração desta gente.Estamos entusiasmados queremos divulgar o nosso grupo em Trás-os Montes. Dinis Vale, o meu agradecimento.
Um abraço do amigo Mesquita, até breve.